Serviços


Gestão de Obras

A gestão de obra se torna o melhor custo benefício para o cliente (economia de até 27,6%), que além de contar com uma empresa especializada para auxiliar na contratação de mão de obra, compra de materiais, vistorias, planejamento financeiro, cronograma de execução, o cliente consegue cortar gastos que as empresas calculam em um orçamento, que são os chamados riscos de execução, muito comum em reformas já que podem acontecer imprevistos.

No nosso método de gestão de obras, descriminamos todos possíveis riscos para o cliente, onde ele terá noção de todo investimento necessário para a obra, caso não haja necessidade de utilização do fundo de risco o cliente pode ter uma economia maior, por exemplo: quando se quebra uma parede pode existir algum tipo de tubulação que não era conhecida, ao realizar um orçamento as empresas levam isso em consideração e já cobram como se isso fosse um risco, que talvez houvesse a necessidade de deslocamento dessa tubulação.

Já no método de gestão de obra, informamos para o cliente essa possibilidade, mas não necessariamente ele vai ter esse gasto, caso não tenha essa surpresa de achar uma tubulação não prevista na parede, ele irá economizar, caso fosse uma empreitada com responsabilidade direta da construtora, esse dinheiro não gasto viraria lucro.


O que disponibilizamos na gestão de obra


1. Orçamento discriminado de gastos com material e mão de obra

2. Cronograma de obra

3. Acompanhamento de obra

4. Indicação de mão de obra e contratação

5. Compra e cotações de materiais

6. Remanejamento de budget em caso de economia

7. Relatórios e diário de obras

8. Redução de tributos

Redução de tributos, pois os impostos sobre materiais, instalações e mão de obra são repassados ao dono da obra, e não para o construtor (ou seja, elimina-se o custo de um intermediário).


Serviço por Empreitada

Alguns clientes preferem não se envolver a nada relacionada à obra, aderindo ao método mais tradicional do mercado que é a empreitada do serviço, nele o montante pago vai diretamente para o prestador de serviço, que por sua vez fica responsável por todos os pagamentos, contratações e acompanhamentos. Essa forma vem caindo em desuso, tendo em vista que acaba por encarecer o projeto para o cliente, já que como vimos no método anterior de gestão de obra, os empreiteiros adicionam além de valores de possíveis riscos na execução de obra, colocam também cotações mais caras de insumos, pois o mesmo pode variar durante a obra.

Por exemplo: ao pintar uma casa, na hora do orçamento o empreiteiro vai colocar o valor máximo da determinada tinta mais um acréscimo futuro que pode ocorrer até o fechamento do contrato e início das obras, na hora de comprar a tinta ele vai negociar com o vendedor e buscar, por descontos ou até mesmo lojas em promoção, esse valor de desconto conseguido pelo empreiteiro ficará como lucro para o mesmo, já que o valor contratado da obra foi global. Da mesma forma como se acontecer algum imprevisto e o valor do material subir mais que o esperado, ele terá de arcar com o acréscimo.


As principais vantagens dessa modalidade


1. Maior comodidade para o cliente

2. Pagamento direto apenas para empresa contratada

3. Preço fixado de obra, podendo ser aumentado apenas em caso de algo extraordinário e autorizado por ambos os lados através de aditivos de contrato

4. Garantia da empresa sobre os serviços prestados e danos causados pela mão de obra


Parceiros Comerciais

WhatsApp Fale Conosco